segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Goleada das antigas na Silveirinha


À terceira foi de vez e o Lusitano lá conseguiu a primeira vitória na série A da divisão de honra da AF Évora. Antes do jogo começar ainda não se sabia que Lusitano iria surgir no relvado da Silveirinha, se a equipa que tinha realizado uma boa exibição e tinha goleado a Giesteira por 6-0 na primeira eliminatória da Taça Distrital ou se apareceria a equipa que tinha sido derrotada - justamente - pelo São Bartolomeu do Outeiro em casa por 0-2. 
O Lusitano atacou desde o apito inical do árbitro, beneficiando de vários cantos e rematando várias vezes à baliza contrária sem qualquer tipo de resposta por parte da equipa contrária. A primeira oportunidade de golo foi protagonizada por David Faianco aos 18' rematando forte, mas ao lado da baliza contrária. Logo de seguinda Miguel Rosado iniciou uma tarde sonho ao marcar o primeiro golo do jogo aproveitando um mau passe do guarda-redes para um defesa, passe esse que ficou curto beneficiando Miguel Rosado que roubou a bola antes de chegar ao defesa do Santiago Maior,  rematando para a baliza onde se encontrava o guarda-redes contrário que nada podia fazer. Estava feito o mais dificil, marcar o primeiro, e estavam prestes a desaparecer os fantasmas do jogo anterior. O Lusitano estava a vencer e a dominar o jogo.
Aos 26' Camolas esteve prestes a fazer o 2-0 mas o seu remate passou por cima da trave da baliza contrária.  Aos 30' João Aldeano marcou um livre para dentro da área do Santiago Maior onde estava Miguel Rosado que saltou mais alto que os defesas contrários e cabeceou para dentro da baliza fazendo o 3-0. O jogo só tinha um sentido, o da baliza do Santiago Maior. 
Bruno Nascimento faz o 4-0 aos 38' depois de aproveitar um trabalho indívidual na ala esquerda de Grilo que depois de tirar vários jogadores forasteiros da frente cruza uma bola rasteira para a entrada da área contrária onde está Bruno Nascimento que desfere um remate potente para dentro da baliza do Santiago Maior. O guarda-redes nada podia fazer. Os jogadores do Santiago Maior limitavam-se a olhar uns para os outros com ar de alguma impotência perante o que estava a acontecer.
Aos 41' Batalha viu o cartão amarelo após indicação do auxiliar ao árbitro principal, uma vez que Batalha esteve a ser assistido durante uma paragem no jogo regressando imediatamente ao jogo sem pedir autorização à equipa de arbitragem para regressar ao relvado da Silveirinha.
Camolas esteve perto de fazer o 5-0 quando efectou um remate de fora da área que passou a razar a trave nesta que era a sua segunda oportunidade para marcar um golo nesta tarde. 
No minuto 44' Miguel Rosado aproveitou novamente um mau entendimento entre o guarda-redes e a defesa do Santiago Maior para fazer o 5-0, o quarto da sua conta pessoal. Uma bola resaltou e ficou praticamente controlada entre o guarda-redes e um defesa contrário ... vou eu à bola ...vais tu à bola ... nenhum foi ... Miguel Rosado intrometeu-se entre os dois e fez um "chapéu" ao guarda-redes fazendo o 5-0.
Terminou a primeira parte com 5-0 e dominio praticamente total do Lusitano, o Santiago Maior não chegou com perigo à baliza de João Lemos nenhuma vez.
Na segunda parte o jogo continuou com a mesma toada - Lusitano a atacar, Santiago a defender. Aos 58' a primeira oportunidade com verdadeiro perigo do Lusitano, após um canto cobrado por Bruno Nascimento, João Nobre cabeceia para à figura do guarda-redes contrário. 
No minuto 66' o Lusitano marca, mas o golo é anulado - e bem - por fora-de-jogo. Após a marcação de um livre direto o guarda-redes do Santigo Maior sente dificuldades e não consegue segurar a bola largando-a para a frente da baliza onde está David Faianco a marcar golo mas em claro fora-de-jogo.
Aos 68' Miguel Rosado marca o 6-0 ao finalizar uma jogada de entendimento entre vários jogadores locais realizando várias tabelas entre si finalizando Miguel Rosado com um trabalho magnífico dentro da área contrária iludindo vários jogadores visitantes.
Aos 71' na marcação de um livre cobrado por João Aldeano a bola sobra para Bruno Nascimento que remata forte e colocado para dentro da baliza fazendo o 7-0.
O Lusitano continuava a carregar e a querer marcar mais golos e nos últimos 5 minutos marcou mais três. Aos 87' Fábio Potes faz um cruzamento do lado direito do ataque do Lusitano para a entrada da área do Santiago Maior onde está David Faianco que remata para baliza. O guarda-redes defende mas não segura a bola que ressalta novamente na direcção de David Faianco que à segunda tentativa não falha e faz o 8-0.
O 9-0 surge aos 88' por Bruno Nascimento e resulta de um remate potente de meia distância que não deu hipóteses ao guarda-redes. 
Aos 89' David Faianco realiza um cruzamento do lado direito do ataque do Lusitano para a área onde se encontra Fábio Potes que empurra a bola para dentro da baliza praticamente em cima da linha de golo fazendo o 10-0.
O árbitro da partida deu dois minutos de desconto e terminou o jogo.
Goleada justíssima do Lusitano, foi a única equipa em campo. O Santiago Maior não criou qualquer oportunidade de golo e praticamente não atacou. Notou-se que os jogadores visitantes já estavam completamente desmoralizados ao longo da segunda parte e nos últimos minutos poucos se faziam à bola aproveitando o Lusitano para marcar três golos em cinco minutos. 

Para a semana visitamos o Corval, último classificado ainda sem pontos. Boa oportunidade para somar mais três pontos e subir na classificação.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Direitos de Autor

APESAR DE TEREM SIDO FEITOS TODOS OS ESFORÇOS NO SENTIDO DE NÃO VIOLAR OS DIREITOS DOS DETENTORES DOS DIREITOS DE AUTOR DOS DOCUMENTOS CONSTANTES NESTE BLOGUE, PODEM TER SIDO COMETIDOS ERROS POR DESCONHECIMENTO. QUEM SE IDENTIFICAR COMO DETENTOR DOS DIREITOS DE AUTOR DE DOCUMENTOS AQUI REPRODUZIDOS E CASO SE OPONHA À SUA CONTINUAÇÃO ON-LINE, SOLICITA-SE QUE CONTACTE O ADMINISTRADOR DO BLOGUE PELO E-MAIL DE CONTACTO PELOSIROS.NA.NET@GMAIL.COM E ESSES DOCUMENTOS SERÃO IMEDIATAMENTE RETIRADOS DO BLOGUE.

Recomendamos