segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Vitória justa que se tornou complicada ...


O Lusitano Ginásio Clube e a Casa de Cultura de Corval acertaram ontem o calendário da Série A da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Évora ao disputarem o jogo em atraso da 11ª jornada que se deveria ter disputado a 22 de dezembro. 
O Lusitano procurava a vitória neste encontro para regressar ao primeiro lugar da classificação e a CC Corval tentava pontuar para fugir ao último lugar.
A CC Corval começou o jogo desfalcada uma vez que só apresentou um suplente (André Dez-Reis) disponível para este desafio.
O jogo foi de um só sentido com a CC Corval a ser remetida desde o ínicio para o seu meio-campo e o Lusitano a tentar concretizar as oportunidades de golo de que dispôs.
Durante a primeira parte do jogo o Lusitano teve sete oportunidades de golo flagrantes que só não foram concretizadas devido à excepcional exibição do guarda-redes André Roques que defendeu todos os remates que se dirigiam para a sua baliza. O Lusitano criava oportunidades mas não as conseguia concretizar, mas todos sabemos que quem não marca sofre, e aos 33' Hugo Ramalho, de cabeça, inaugurou o marcador a favor dos visitantes na única vez que a CC Corval chegou à baliza de João Lemos. 
Após o golo contrário, o Lusitano continuou a ser a equipa mais atacante e a CC Corval continuou a defender mas o resultado não se alterou.
No ínicio da segunda parte Nelson Valente tentou alterar o rumo dos acontecimentos e retirou Mário Amélio para dar entrada a Rato.
Aos 56' o treinador da CC Corval viu-se obrigado a realizar a única substituição que poderia realizar uma vez que Nuno Póvoa teve de abandonar o jogo devido a lesão, esgotando desta forma as substituições.
De seguida, Fábio Potes aproveitou o facto de os jogadores da CC Corval ainda estarem a acertar as marcações após a substituição para marcar o golo do empate ao enviar para dentro da baliza uma bola que tinha sido centrada para o segundo poste.
Aos 62', a CC Corval ficou ainda mais debilitada ao ver expulso com cartão vermelho direto o jogador Brás Saramago após uma entrada mais dura sobre um jogador do Lusitano. 
Após a expulsão do jogador da CC Corval, o Lusitano nunca mais deixa a área da CC Corval e pressiona o adversário na procura do golo da vitória. A CC Corval defende como pode mas não evita o golo do Lusitano a oito minutos do fim do jogo através de Gonçalo Grilo que controla a bola na entrada da grande área e contorna o guarda-redes marcando o segundo golo do Lusitano. 
A partir desse momento o Lusitano fez circular a bola entre todos os jogadores à espera que o árbitro terminasse o jogo.
Um jogo que poderia ser fácil em teoria complicou-se devido a dois factos:
- Ineficácia do Lusitano, criar tantas oportunidades e concretizar tão poucas não é muito normal.
- Excelente exibição do guarda-redes André Roques que defendeu praticamente tudo.
Na próxima jornada espera-nos uma deslocação ao Aldeense, ideal para somar mais três pontos.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Direitos de Autor

APESAR DE TEREM SIDO FEITOS TODOS OS ESFORÇOS NO SENTIDO DE NÃO VIOLAR OS DIREITOS DOS DETENTORES DOS DIREITOS DE AUTOR DOS DOCUMENTOS CONSTANTES NESTE BLOGUE, PODEM TER SIDO COMETIDOS ERROS POR DESCONHECIMENTO. QUEM SE IDENTIFICAR COMO DETENTOR DOS DIREITOS DE AUTOR DE DOCUMENTOS AQUI REPRODUZIDOS E CASO SE OPONHA À SUA CONTINUAÇÃO ON-LINE, SOLICITA-SE QUE CONTACTE O ADMINISTRADOR DO BLOGUE PELO E-MAIL DE CONTACTO PELOSIROS.NA.NET@GMAIL.COM E ESSES DOCUMENTOS SERÃO IMEDIATAMENTE RETIRADOS DO BLOGUE.

Recomendamos